Notícias



Foi realizada nesta quinta-feira, 21/05, a primeira reunião do projeto de articulação entre sociedade civil, autoridades e organizações não-governamentais que atuam no Complexo da Maré, Zona Norte do Rio. Durante o encontro, promovido pelo Fórum de Desenvolvimento Estratégico do Estado, do qual a AEERJ é integrante, foi acordado que haverá uma atuação conjunta para a transformação do projeto da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) em Unidades de Políticas Públicas. 

O governador, Luiz Fernando Pezão, anunciou que o Governo está elaborando um programa para a comunidade da Maré, que reúne 16 favelas e cerca de 130 mil habitantes.

- Vamos fazer um trabalho de integração para que tenhamos uma ocupação que vire referência - disse Pezão. 

De acordo com o presidente da ALERJ e do Fórum, deputado Jorge Picciani, a comunidade já recebe ações importantes, mas de forma desintegrada e desorganizada.

- As ações precisam de coordenações e o papel do parlamento é o de dialogar e de articular essas ações - reforçou Picciani.

Membros da Força de Pacificação dos governos estadual e municipal, do Poder Legislativo e do Poder Judiciário estiveram presentes. O presidente do Conselho da AEERJ, Francis Bogossian, e o presidente executivo, Luiz Fernando Santos Reis, também participaram da reunião, realizada na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (ALERJ).

  • RioCusto atualiza para AEERJ os preços do SCO-Rio
  • Francis é entrevistado pela revista Grandes Construções
  • Cedae remarca obras de saneamento
  • Disponível cronograma estimado para aplicação do e-Social



Facebook



 
00:00:03 Alterar a senha | , sair Valid XHTML 1.0 Transitional