Notícias



Concessões e Parcerias Público-Privadas (PPPs) são as únicas opções de investimentos em infraestrutura do Governo do Estado do Rio pelos próximos três anos no mínimo, face a assinatura da repactuação da dívida estadual que proibe a obteção de novos empréstimos durante este período e pode ser prorrogado por mais três anos. Este foi o alerta do subsecretário de Estado de Transporte, Delmo Pinho, na reunião do Conselho Empresarial de Infraestrutura da Firjan, do qual a AEERJ participou. A opção que está sendo estudada é a realização de PPPs rodoviárias ainda em 2018, explicou Maria Paula Martins, subsecretária de PPPs do Governo do Estado. O programa prevê as concessões de rodovias estaduais, em lotes, com a extensão máxima de 200 km. São os lotes Sul Fluminense (RJ-127, RJ-145 e RJ-155); Eixo Norte (RJ-122, RJ-158; RJ-160 e RJ-186) e Litoral Norte (RJ-106). Em outro grupo estão reunidas a extensão das vias urbanas: Linha Vermelha, Transbaixada e Via Light. No grupo 3, está a implantação da RJ-224 com 45km de extensão. A previsão de Maria Paula é de que os editais para elaboração dos estudos de Procedimento de Manifestação de Interesse (PMI) serão publicados ainda este ano. 

  • Porto Real - Adequação de vias
  • Governo Federal - Obrigações previdenciárias
  • Norma de acessibilidade entra em consulta nacional



Facebook



 
00:00:04 Alterar a senha | , sair Valid XHTML 1.0 Transitional