Aconteceu na AEERJ

A AEERJ sempre busca aproximar as empresas Associadas do poder público, promovendo eventos e participando de atividades que estimulem essa interação. Leia aqui sobre algumas das principais ações da Associação.

Sugestões, dúvidas e críticas pelo e-mail: comunicacao@aeerj.org.br

Localize:
« Página 1: registro 1 a 30 de 236
25/Jan/2017

Empregos para construção no Rio

Obra da subida da Serra das Araras



Nilson, Vicente, Luiz Fernando, Rodolfo e Juceline debatem geração de empregos


A AEERJ contou com apoio dos Associados que lotaram o auditório para este debate 

Na busca de novas oportunidades para suas associadas, a AEERJ promoveu na terça-feira, 24/01, o debate "Menos Gargalos e Mais Empregos" sobre obras de infraestrutura no Rio de Janeiro que poderiam gerar mercado de trabalho imediatamente. Luiz Fernando, presidente executivo da AEERJ, abriu o evento explicando que este é o foco da Associação, face ao quadro de escassez de obras públicas no Estado. A obra de subida da Serra das Arraras, na rodovia Nova Dutra, foi um dos exemplos apresentado pela gerente de Projetos da GeoBrasilis, Juceline Durigam, mostrando os benefícios que as obras de infraestrutura trazem para a economia local, tanto do ponto de vista do emprego, com a geração de 5.300 empregos diretos e indiretos, como do crescimento das compras locais e da massa salarial que podem produzir um benefício adicional de R$ 263 milhões.
Nilson Duarte, presidente da UGT-Rio, mostrou o cenário de desemprego no Rio de Janeiro com o final das grandes obras. E enfatizou: "Nada é mais importante do que o emprego. Isto supera saúde, educação, porque sem emprego não tem como comprar comida". Em 2015, o Sindicato dos Trabalhadores da Construção Pesada homologou 9 mil demissões, pulando para 17 mil em 2016. A UGT-RJ vai trabalhar junto com a AEERJ para gerar empregos, afirmou Nilson.
Vicente Loureiro, diretor executivo da Câmara Metropolitana, apresentou o quadro de desemprego na Região Metropolitana, e como solução recursos do Programa de Investimento em Logística do Governo Federal, onde estão previstos R$ 198,4 bilhões, concessões e PPPs e ainda investimentos públicos nos municípios. Vicente apresentou um dado que espantou o jornalista Rodolfo Schneider, mediador do encontro: a Região Metropolitana tem 10,5 mil quilômetros de vias sem asfalto. A retomada das obras suspensas pelo prefeito Eduardo Paes também proporcionariam, de imediato, pelo menos mais 5 mil empregos no município, garantiram os associados presentes. Nilson e Luiz Fernando ratificaram que vão trabalhar juntos para destravar estes gargalos. 

Clique nos links para ver as apresentações e a repercussão na BandNews.
 Debate Menos Gargalos e Mais Empregos - Juceline Durigam, GeoBrasilis
• Geração de Emprego via Construção Civil na Região Metropolitana - Vicente Loureiro, Câmara Metropolitana
• Construção Civil foi o setor que mais demitiu em 2016 - Rádio BandNews 

13/Dez/2016

AEERJ reúne empresários em palestra

BNDES, AgeRio e Câmara Metropolitana apoiam projeto



Autoridades e presidentes da AEERJ debatem Concessões e PPPs

A AEERJ apresentou, em palestra sobre "Concessões e PPPs" realizada no dia 12/12, para mais de 100 empresários e colaboradores, o projeto que a Associação contratou com a Raddar PPP, consultoria especializada em Concessões e Parcerias Público-Privadas. Luiz Fernando Santos Reis e Francis Bogossian, presidente executivo e o presidente do Conselho Consultivo da AEERJ, respectivamente, convidaram Marilene Ramos, diretora de infraestrutura do BNDES, Vicente Loureiro, diretor da Câmara Metropolitana de Integração Governamental do Rio de Janeiro, e José Domingos Vargas, presidente da AgeRio para discutirem o assunto.

A proposta da AEERJ é buscar novas oportunidades nas áreas de Concessões e PPPs em municípios do Estado do Rio e dialogar com os novos prefeitos sobre este projeto. O objetivo da Associação é atrair recursos da iniciativa privada para investimento em infraestrutura, além de criar novos empregos, enfatizou Luiz Fernando.

A diretora de Infraestrutura do BNDES, Marilene Ramos, anunciou que saneamento e iluminação pública são os setores onde o BNDES vai investir na elaboração de projetos de Concessões e Parcerias Público-Privadas. Os recursos do Banco também serão empregados no Programa de Parcerias de Investimentos - PPI. “Dinheiro o Banco tem, só faltam empresas que criem projetos estruturados e viáveis para a realização das mesmos", completou Marilene.

José Domingos Vargas, da AgeRio, se prontificou em ajudar a Associação no tramite com as prefeituras fluminenses na realização do projeto criado pela associação. “Está muito na missão da AgeRio a contribuição a esse trabalho, ajudando a montar uma equipe competente para formatar e contratar uma PPP, dando apoio e acompanhamento às prefeituras ”, afirmou Domingos.

Durante a palestra, Vicente Loureiro, diretor da Câmara Metropolitana de Integração Governamental do Rio de Janeiro, falou sobre a importância das Concessões e PPPs para a Região Metropolitana. Melhoria da arrecadação do IPTU e ITBI na Região Metropolitana, também foi um dos pontos citados pelo diretor, uma vez que pode gerar receita para esses municípios sem o aumento de impostos.

02/Set/2016

Índio da Costa e Hugo Leal

Reduzir o desperdício na cidade do Rio



Luiz Fernando, presidente-executivo da AEERJ entre Índio da Costa (esq) e Hugo Leal (dir)

"A Prefeitura do Rio desperdiça, atualmente, com custeio algo em torno de R$ 3,7 bilhões" afirmou Índio da Costa, candidato a prefeito do Rio pelo Partido Social Democrata (PSD). É com melhoria de gestão, para reduzir o desperdício, que Índio pretende obter recursos para investir  na manutenção da cidade. Acompanhado de Hugo Leal, candidato a vice-prefeito em sua chapa, Índio contou que foram colegas no curso de Políticas Públicas da UFRJ e, se eleito, vão dividir a gestão na Prefeitura. O prefeito ficará responsável pela mudança na administração, com a redução de cargos públicos e implantação de programas que já tiveram êxito em outros estados, na área de segurança, saúde e educação. Por outro lado, o vice-prefeito ficará responsável pela interlocução com os municípios da Região Metropolitana. "Primeiro vamos planejar, depois executar", afirmou Índio, confirmando ainda seu apoio as propostas apresentadas pela AEERJ, entre elas a exigência de projeto executivo para licitar uma obra. O candidato confirmou ainda que, caso seja eleito, se compromote a analisar o catálogo de preços do SCO-Rio, uma das reivindicações de nossos associados.

28/Jul/2016

Oportunidade para as construtoras

Aldo Mattos dá o caminho para participar de PPPs



Carlos Braga, Daniel Szyfman, Júlio Roppa e Aldo Mattos explicam os passos para participar de PPPs

"Quando se fala em Parceria Público Privada (PPP) pensa-se em rodovias e aeroportos, mas no Brasil, temos atualmente 426 projetos em 28 segmentos nesta modalidade", mostrou Aldo Mattos ao abrir o seminário "Concessões e PPPs-Fundamentos e Oportunidades", no dia 27/7, na AEERJ. Iluminação pública e saneamento, encabeçam a lista com mais de 50 projetos de Manifestação de Interesse cada um, mas a relação inclui também as áreas de cultura e educação. Além de Aldo, o seminário contou com a participação da equipe de seu escritório de consultoria: Júlio Roppa e Carlos Braga e também do advogado Daniel Szyfman, do escritório Machado & Mayer, que ampliaram a apresentação com suas experiências pessoais com estruturação de concessões e PPPs. Da descrição dos conceitos às desvantagens de uma PPP, passando por riscos e garantias, foram os pontos abordados na palestra (Clique aqui para ver a palestra na íntegra). Para encerrar Julio Roppa apresentou um exemplo de projeto de PPP de saneamento (clique aqui) que começa com a identificação das oportunidade e cobre todos os nove passos de um projeto. Vale lembrar que a legislação de PPP estabelece um valor mínimo de R$ 20 milhões, prazo de 5 a 35 anos, uma prestação de serviço precedida ou não de obra ou fornecimento de equipamento e uma contrapartida de até 5% da Receita Corrente Líquida do Estado ou Município. Luiz Fernando Santos Reis, presidente executivo da AEERJ, confirmou para a platéia de empresários e representantes do poder público, que este é um tema que a Associação vem se aprofundando para oferecer novas oportunidades às construtoras. 

27/Jul/2016

AEERJ recebe Carlos Roberto Osório

Respeito aos contratos é o foco



Candidato a prefeito Carlos Roberto Osório e Luiz Fernando Santos Reis

Cumprimento dos contratos, continuidade das obras da gestão anterior, redução na máquina pública e a garantia de empenho, são os compromissos assumidos com os associados pelo candidato a prefeito da Cidade do Rio de Janeiro, Carlos Roberto Osório, na terça-feira, 26/07. Com a presença de 80 pessoas, entre empresas associadas e representantes de outras entidades, o presidente executivo, Luiz Fernando Santos Reis, abriu o debate agradecendo imensamente a vinda de Osório e apresentou as reivindicações feitas pela AEERJ em prol de seus associados. O presidente executivo também ressaltou a importância do pagamento do reajustamento de contrato para as empresas que trabalham com obras públicas. Durante a apresentação de suas propostas, Osório enfatizou que a obrigatoriedade do projeto executivo na contratação de novas obras será uma norma na sua administração e que tratará com prioridade a manutenção dos serviços públicos, nos bairros e nas comunidades. "Esses são meus objetivos pessoais", completa. Um programa de saneamento, usando as modalidades de Concessões ou PPPs, também será implantado em sua gestão. A AEERJ dará continuidade ao ciclo de debates com os candidatos a prefeito do Rio de Janeiro,  logo após as Olimpíadas. Dia 29/08 a Associação vai receber Alessandro Molon.

13/Jul/2016

Empreiteiras financiam Estados e Municípios

Confirmam especialistas em seminário



Carlos Eduardo Monteiro, Luiz Fernando Santos Reis e José Roberto Afonso

Com o advento da lei de responsabilidade fiscal, os governos dos estados e prefeitura municipais não podem mais usar os bancos estaduais para se financiarem. Também como não podem emitir moeda, usam as empreiteiras, fornecedores e funcionários públicos para se financiar. Para fazer caixa estas autoridades atrasam pagamentos, não pagam reajustamentos, etc, explicou o economista José Roberto Afonso. A solução para as empresas é cobrar as dívidas na justiça complementou o advogado Carlos Eduardo Monteiro, no seminário "Lei de Responsabilidade Fiscal e Passivo ou Oçamentário em Fim de Mandato - Soluções" realizado na terça-feira, 12/07 na AEERJ. Este modelo de "pedalada contratual" que os governos estão adotando não é um privilégio do Rio de Janeiro, no Estado de Minas Gerais acontece o mesmo. A afirmação foi do presidente do Sicepot-MG, Emir Cadar Jr. que participou do evento acompanhado dos vice-presidentes da instituição. Será necessária uma adaptação da Lei de Responsabilidade Fiscal para fechar estas brechas, mas ambos os palestrantes, concordam que o assunto tem que ser discutido com muita calma para que não abra outras facilidades. Além de mais de 80 associados, o seminário contou também com a presença de procuradores do município e do Estado do Rio, e de representantes de órgãos públicos. Em sua apresentação (clique aqui) Afonso reproduziu o acompanhamento que a AEERJ faz trimestralmente das despesas públicas do estado e do município do Rio, na qual mostra que o Governo do Estado investiu apenas 2,9% em infraestrutura no primeiro semestre de 2016.

12/Jul/2016

Segunda Rodada de Negócios

Fornecedores apresentam seus produtos



Maria Del Carmem (WL) e Andre Sousa (Entre os Rios) atenderam 65 fornecedores

Na quarta-feira, 06/07, foi realizada na sede da AEERJ, a 2a. Rodada de Negócios, em parceria com o Programa Compras Rio, da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Energia Indústria e Serviços do RJ (Sedeis). Esta é mais uma iniciativa da AEERJ com o objetivo de estimular o desenvolvimento econômico do Estado do Rio de Janeiro. Nesta 2a. Rodada de Negócios a entidade convidou as associadas Construtora Entre os Rios, Hydra Engenharia e WL Engenharia para serem as empresas âncoras. Os cooordenadores do programa Compras Rio, Augusto Cardoso, Cristina Machado e Homero Damásio receberam de nossas associadas a lista de produtos e serviços que necessitavam e se encarregaram de procurar os fornecedores fluminenses desses produtos. Na ocasião foram realizadas 195 reuniões com 65 fornecedoras que incluiam empresas de materiais de construção, mobiliário, serviços de pintura, elétrica, madereira, sistema para rádio comunicação para obras, etc. André Sousa, da Construtora Entre os Rio, elogiou a iniciativa da associação e a qualidade dos produtos oferecidos, embora, para alguns itens, como agregados, apenas uma empresa se apresentou. Neste caso, os coodenadores do Compras Rios procuram outras empresas do ramo e enviam, posteriormente, uma nova lista para as associadas que solicitaram.

24/Jun/2016

Administração contratual

Associado aprofunda conhecimento



Definições sobre administração contratual e entendimento sobre pleitos e mudanças sofridas pelos empreendimentos - suas origens e seus efeitos, foram alguns dos tópicos debatidos no workshop "Administração de Contratos para Serviços de Engenharia" ministrado pelo engenheiro civil, Luiz Valente. O curso foi realizado durante toda manhã de quinta-feira, 23/06, no auditório da AEERJ. Representantes das empresas associadas puderam aprofundar seu conhecimento e tirar dúvidas sobre como administrar de forma efetiva e sistemática seus contratos assinados com órgãos públicos. A pesquisa aplicada aos participantes após a palestra, revelou que os presentes classificaram o curso como 'Ótimo' e 'Excelente'.

15/Jun/2016

Carlos Paiva: Lei Anticorrupção

Dirigentes aprovam palestra



Carlos Paiva, explica Lei de Empresa Limpa em palestra na AEERJ

A AEERJ realizou na terça-feira, 14/06, a palestra sobre “Lei da Empresa Limpa – Gestão da Prevenção de Risco" para seus associados. O palestrante, o advogado Carlos Paiva, esclareceu as principais dúvidas dos participantes, além de explicar como implementar o Programa de Integridade (Decreto nº 8.420, de 18/05/2015). Este é um programa de compliance específico para prevenção, detectação e remediação dos atos lesivos previstos na Lei Anticorrupção (Lei 12.846/2013), na qual tem como foco, além da ocorrência de suborno, também fraudes nos processos de licitação e execução de contratos com o poder público. Paiva, enfatizou ainda os procedimentos que são exigidos para eventuais acordos de leniência, que impõem provas documentais e sistemas de gestão interna, que possam ser aferidos e comprovados, em eventuais ajustes de acordos. Participaram da palestra 20 dirigentes das empresas associadas Colares Linhares, Carioca, Serpen, Macadame, União Norte, MJRE, Geomecânica, Spil, SEEL, e Rodrigues e Lucena. Os presentes receberam uma "Cartilha" das medidas que devem ser implementadas e suas vinculações com a Lei e seus regulamentos. Acesse o link da apresentação ou consulte no ícone Biblioteca no site da AEERJ.

18/Mai/2016

Conceitos de projetos de engenharia

Workshop realizado com sucesso



As definições de projetos conceitual, básico, executivo e detalhado, e quais os tipos de seguros e riscos em obras públicas foram temas amplamente debatidos na AEERJ na quarta-feira, 18/05, durante o workshop 'Gerenciamento de Riscos e Seguros para Projetos e Obras de Engenharia'. Ministrado pelo engenheiro e Mestre em Sistemas de Gestão, Sergio Ricardo de M. Souza, o encontro proporcionou aos associados a oportunidade de ampliar o conhecimento e tirar dúvidas sobre o tema. O presidente executivo da AEERJ, Luiz Fernando Santos Reis, fez a abertura do workshorp e ressaltou que o respeito ao contrato é fundamental em todas as obras. Sergio Ricardo iniciou sua apresentação elencando os principais regimes de contratação de obras públicas. O palestrante enfatizou que todo cuidado é imprescindível nos processos de licitação e contratação em relação aos níveis de detalhamentos dos projetos fornecidos, designando as responsabilidades aos contratantes e contratos. A palestra gerou debate extremamente proveitoso sobre o tema. Clique para ver a apresentação na íntegra.

06/Mai/2016

Licitações e Contratos na AEERJ

Curso esclarece dúvidas e participantes aprovam



AEERJ realizou nos dias 04 e 05/05 o curso 'Licitações e Contratos' para seus associados. O palestrante, o advogado Gilmar Brunizio, esclareceu as principais dúvidas dos participantes em relação ao mercado de licitações públicas, técnicas de licitações, garantia e retenção contratual. Noções gerais relativas ao processo de licitações e conceitos relacionados aos contratos administrativos, especialmente aqueles constantes da Lei 8.666/93, também foram abordados, dentre outros temas. Para manter a saúde financeira das empresas, uma das receitas, segundo Brunizio, é preservar o equilíbrio contratual do início até o fim de uma obra. A pesquisa aplicada entre os participantes constatou que 69% classificaram o curso entre 'Excelente' e 'Ótimo', e 87% afirmaram que o conteúdo aplicado ampliou muito o conhecimento sobre o assunto.

29/Abr/2016

Fortalecer as empresas do Rio

É o foco da AEERJ



Dulce Carvalho e Luiz Fernando Santos Reis

Foi realizado na quinta-feira, 28/04, na AEERJ, a primeira Rodada de Negócios do programa Compras Rio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico. A subsecretária Dulce Carvalho fez a abertura do evento destacando a importância do estado prestigiar as empresas instaladas no Rio de Janeiro. O presidente executivo da Associação, Luiz Fernando Santos Reis, corroborou com o que foi exposto pela subsecretária, acrescentando que não apenas fornecedores mas também as construtoras de obras públicas precisam ser prestigiadas pelo Governo do estado. A sugestão da AEERJ é de que quando uma industria busque incentivos para construir ou ampliar suas instalações, as empresas associadas possam ser consultadas para executar o serviço. Nesta primeira Rodada de Negócios foram convidadas as associadas Dimensional, Spil e União Norte para participarem como empresas Âncoras. Andrea Barbosa, da Dimensional; Nelson Gondim, da União Norte; e Givanildo Martins Gomes, da Spil Engenharia receberam, cada um, mais de 60 fornecedores, representantes de empresas fluminenses. Na avaliação dos três, o evento variou entre 'Excelente' e 'Ótimo'. Eles afirmaram que valeu a pena participar e que recomendam o evento para as outras associadas da AEERJ

27/Abr/2016

Picciani faz apresentação na AEERJ

Secretário destaca obras prioritárias para Prefeitura



A partir da esquerda, Luiz Fernando Santos Reis, Rafael Picciani e Francis Bogossian

Os associados da AEERJ tiveram na terça-feira, 26/04, a oportunidade de conhecer o Plano de Mobilidade Urbana Sustentável do Rio de Janeiro (PMUS), apresentado pelo secretário municipal de Transportes, Rafael Picciani. O presidente do Conselho Consultivo, Francis Bogossian, e o presidente executivo da Associação, Luiz Fernando Santos Reis, fizeram a abertura do encontro. O estudo apresentado pelo secretário mostra diretrizes que irão nortear os investimentos públicos em infraestrutura de transportes da cidade por dez anos a partir de 2016. Picciani destacou as obras que a Prefeitura tem prioridade para executar, como a extensão da Linha 2 do metrô (Estácio-Praça XV e Gávea-Uruguai-Del Castilho até Pavuna) e também do BRT TransCarioca até a Ilha do Governador, dentre outras. O secretário ressaltou que o caminho para melhorar o trânsito do Rio de Janeiro é investir no transporte público e proporcionar boas condições de circulação para pedestres e ciclistas. Clique e confira a apresentação.

15/Abr/2016

eSocial: muda gestão nas empresas

Curso realizado com sucesso



Mariano Carneiro, advogado especialista em direito trabalhista e previdenciário

A AEERJ realizoudo dia 14/04, o curso "eSocial x EFD -Reinf (Nova Metodologia de Informação do Fisco)", voltado para as empresas de infraestrutura. O foco do curso, ministrado pelo professor Mariano Carneiro, foi mostrar para as empresas a nova metodologia de informações e recolhimentos, previdenciários, fiscais e FGTS em relação aos trabalhadores bem como informações sobre o EFD x Reinf referentes aos prestadores de serviço, retenção previdenciária, e empresas sujeitas a desoneração sobre a folha de pagamento. Segundo o advogado, as empresas deverão se adequar o mais rápido possível ao sistema, pois o eSocial exige uma nova cultura na empresa, ou seja, o eSocial vai mudar a forma como todas as empresas do Brasil lidam com as suas obrigações, principais e acessórias, relacionadas aos seus empregados. O curso foi avaliado como Ótimo por 42% dos participantes e Excelente por 37%. O nível de aproveitamento foi considerado Grande por 68%.

29/Mar/2016

Logísticas para o maior evento esportivo

Leonardo Maciel conta as mudanças no Rio para os Jogos



O diretor de Operações da Empresa Olímpica apresenta as alterações na cidade

Faltando pouco mais de quatro meses para os Jogos Olímpicos, os associados da AEERJ tiveram a oportunidade de entender como a cidade do Rio de Janeiro vai funcionar nos dias de competições. O diretor de Operações da Empresa Olímpica Municipal, Leonardo Maciel, apresentou na terça-feira, 29/03, as principais alterações, os grandes desafios e a importância da contribuição da sociedade para que o evento seja como é esperado por todos: um sucesso. Muitas mudança já começam bem antes da abertura dos Jogos. A partir de 31/05, por exemplo, não serão permitidas obras programadas que cortem asfalto, apenas as emergenciais, pois teremos nove dias de provas em ruas da cidade. E como cada empresa pode contribuir para o maior evento esportivo? O palestrante elencou seis pontos importantes: replanejamento de projetos durante o período olímpico, alteração em turno de trabalho, incentivar férias, home office para equipes administrativas, reuniões remotas e entrega noturna para material de consumo. O objetivo é que o deslocamento casa-trabalho seja reduzido em 40% durante os Jogos Olímpicos e em 10% nos Paralímpicos. O encontro contou com a presença da especialista e assessora de mobilidade do Ministério Público Estadual e ex-presidente do IAB, Dayse Gois. Clique e confira os links Restrição de Cargas e Fechamento de Ruas. A apresentação da palestra estará no ícone Biblioteca do site da AEERJ nesta quarta-feira.

18/Mar/2016

Curso Orçamento de Obras

Pesquisa: 66% dos presentes classificam como Excelente



Participantes aprovam método e instrutor do curso Orçamento de Obras de Infraestrutura - Foto: Divulgação

As principais dúvidas que aparecem antes, durante e/ou após um orçamento de obra e a técnica de formação de preços foram pontos-chave do curso 'Orçamento de Obras de Infraestrutura', realizado nos dias 16 e 17 de março na AEERJ, ministrado pelo professor Aldo Dórea Mattos. Participaram do curso 43 alunos, representantes de empresas associadas e de órgãos públicos (TCM, Seobras, Emop, DER-RJ, Cedae, SMO, Seconserva), o que garantiu uma troca de conhecimento e esclarecimentos. O curso foi classificado como "Excelente" por 66% e 'Ótimo" por 28% dos participantes. O instrutor mereceu 75% como "Excelente". A diretora da Carioca Engenharia, Luciana Reis, e o chefe da Divisão de Composição de Preços da Emop, Jorge William incentivadores da AEERJ para a realização do curso, participaram do encerramento. Luciana contribuiu para o curso com um modelo custos indiretos em planilha excel, que foi distribuída aos participantes em um CD com os slides das aulas e os boletins de custos Emop e SCO-Rio. Aldo sorteou entre os alunos alguns exemplares do livro de sua autoria, 'Como preparar orçamentos de obras'. O livro que está em sua 2ª edição pode ser adquirido no site da Editora Pini (clique aqui).

10/Mar/2016

Viabilidade das Estruturas de Aço

Engenheiros destacam as vantagens em palestra



Fernando, Luiz Fernando e Filemon debatem sobre os empreendimentos em aço

Vantagens e mitos sobre as construções em aço foram amplamente debatidos no dia 10/03, na palestra "Viabilidade das Estruturas em Aço", na AEERJ. Em parceria com o Centro Brasileiro da Construção em Aço, a Associação convidou dois especialistas no tema: os engenheiros Fernando Ottoboni e Filemon Botto. Durante a abertura do encontro, o presidente executivo da AEERJ, Luiz Fernando Santos Reis, reforçou que as empresas precisam se reciclar e conhecer a potencialidade de construir em aço. Fernando destacou que uma das grandes vantagens da estrutura em aço é o tempo de execução da obra, que é reduzido em pelo menos 30%. Filemon apresentou casos concretos que comprovam a viabilidade do empreendimento em aço, como, por exemplo, o viaduto sobre a Avenida Francisco Bicalho.

24/Fev/2016

Palestra realizada com sucesso

Ortigão tira dúvidas sobre a Lei Anticorrupção



Francisco Ortigão, advogado criminalista, e Luiz Fernando Santos Reis, presidente executivo - Foto: Divulgação

A AEERJ promoveu no dia 24/02, uma palestra sobre Lei Anticorrupção, com o advogado criminalista Francisco Ortigão. O presidente executivo da Associação, Luiz Fernando Santos Reis, abriu o encontro expondo sua preocupação com a atual crise no setor de construção civil, e pontuou a importância da união entre as Associadas e a AEERJ nesse momento crítico que o país atravessa. Conscientizar as empresas da importância de ter um programa de integridade, o chamado Compliance, foi um dos pontos mais destacados por Ortigão, pois oferece às empresas a capacidade de agir conforme um conjunto de regras previamente estabelecidas, evitando riscos empresariais. O advogado destacou ainda a Lei 9.613/98, que criou o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (COAF) para atuar na prevenção de combate à lavagem de dinheiro. Ele ressaltou que a partir de 2017 as empresas que fizerem parte de um programa de integridade terão mais possibilidades de participar de licitações federais. A pesquisa aplicada aos participantes após a palestra revelou que 82% dos presentes classificaram a palestra entre 'Ótimo' e 'Excelente'; e 47% afirmaram que o encontro teve a contribuição para o conhecimento sobre o assunto classificada como "Muito Grande" e 40% como "Grande".

27/Jan/2016

COP/CBIC: Retomada dos investimentos em infraestrutura

A primeira reunião deste ano da Comissão de Obras Públicas (COP) da CBIC, aconteceu nesta terça-feira, 26/01, em São Paulo. Os integrantes da comissão debateram temas estratégicos para a construção civil e a agenda necessária à retomada dos investimentos em infraestrutura no país.

No encontro, que contou com a presença do presidente executivo da AEERJ, Luiz Fernando Santos Reis, especialistas esclareceram  as novas regras da desoneração da folha de pagamento, com foco na construção. A pauta da reunião incluiu, ainda, debate em torno do pacote anticorrupção preparado pelo Ministério Público Federal e o estudo sobre investimento em infraestrutura no Brasil, apresentado pelo consultor Cláudio Frischtak, da Inter.B.

 

04/Dez/2015

AEERJ assina contrato com primeira-dama para reforma do RioSolidário



Cumprindo o compromisso assumido há um ano com o governador Luiz Fernando Pezão e reforçando o engajamento da AEERJ em projetos sociais, foi assinado, em 03/12/15, o Termo de Doação de Recuperação do Prédio Sede do Instituto RioSolidário, em Laranjeiras. O documento foi firmado pela presidente da instituição, a primeira-dama do Estado Maria Lúcia Horta Jardim; pela diretora Liliana Pinelli; pelo presidente do Conselho Consultivo da AEERJ, Francis Bogossian; e pelo presidente executivo da Associação, Luiz Fernando Santos Reis, durante o coquetel de confraternização de fim de ano dos associados.

A reforma da sede do RioSolidário só será possível devido a contribuição de 23 associadas que, junto com a AEERJ, se empenharam para a concretização do projeto. As obras serão iniciadas no dia 05/01/2016.

- Arrumar a nossa sede seria impossível sem a ajuda da AEERJ e de seus associados. Tenham certeza que todos vocês estão apoiando uma instituição que ajuda muita gente. Para lidar com todas as dificuldades do dia a dia, temos o mantra "Como faz para dar certo?". E para dar certo, contamos com o apoio de parceiros como a AEERJ, pois nenhum governo vence sozinho as mazelas da sociedade - ressaltou Maria Lucia.

- É com grande satisfação que a AEERJ e seus associados contribuem para as ações sociais do Governo. Recuperamos, sem ônus para o Estado, as instalações de 13 Delegacias de Polícia, do programa Delegacia Legal, e agora estamos contentes com a parceira com o RioSolidário, que, com certeza, novos projetos realizaremos em conjunto em 2016 - destacou Luiz Fernando Santos Reis.

O RioSolidário é uma instituição do Governo do Estado que coordena todas as ações governamentais na área social. Visite o site: http://www.riosolidário.org/

Empresas que contribuíram para a realização da reforma do RioSolidário: AEERJ, Alberto Couto Alves Brasil, Alma Arquitetura e Construção, Contemat Engenharia, Construtora Entre os Rios, Construtora Ferreira Guedes, Construtora Macadame, Construtora Metropolitana, Ctesa Construções, Darwin Engenharia, Dimensional Engenharia, EIT Engenharia, Engetécnica, Geomecânica S.A. Engenharia, Hydra Engenharia e Saneamento, Ipê Engenharia, Mega Engenharia, Midas Engenharia, MJRE Construtora, Premag Sistema de Construções, RC Vieira Engenharia, Seel - Serviços Especiais de Engenharia, Spil - Serviços Técnicos de Engenharia e União Norte Fluminense Engenharia e Comércio. 

14/Out/2015

AEERJ apresenta proposta de incentivo a construtoras do Estado

O presidente executivo da AEERJ, Luiz Fernando Santos Reis, apresentou dia 14 de outubro, na reunião do Fórum Permanente de Desenvolvimento da Alerj, proposta para aumentar a competitividade das construtoras do Rio de Janeiro. O objetivo do projeto é conceder a isenção de ICMS às fornecedoras de materiais de construção, com sede no Estado do Rio de Janeiro, quando da venda desses materiais para construtoras, também sediadas no Estado do Rio, para serem utilizados em obras públicas.

A proposta foi bem recebida pelo deputado Luiz Paulo Correa da Rocha, presidente da Comissão de Tributação da Assembleia Legislativa, que presidiu a reunião organizada pela diretora executiva do Fórum, Geiza Rocha. Luiz Paulo sugeriu que a AEERJ preparasse a justificativa e lhe encaminhasse o projeto.

Além dos membros do Fórum, o encontro contou com a presença dos deputados Martha Rocha, Eliomar Coelho, Wanderson Nogueira, e Dr. Sadinoel, e teve como objetivo discutir o Orçamento do Estado para 2016.

Luiz Fernando, em sua apresentação, chamou a atenção para as dificuldades que o país vai enfrentar no próximo ano e propôs que os investimentos do Estado para 2016 se concentrem na conclusão das obras já iniciadas e em gerar empregos. Propôs ainda que as licitações de grandes obras sejam divididas em lotes para permitir a participação de um maior número de empresa. 

Clique aqui para ver a apresentação.

14/Out/2015

BubbleDeck: palestra na AEERJ mostra a tecnologia que usa esferas de resinas


Consórcio Construtor Galeão.pdf


Representantes da Odebrecht na palestra BubbleDeck: Joaldo Lemos, Pedro Moreira e Geraldo Caracini

Os associados da AEERJ tiveram a oportunidade de conhecer nesta quarta-feira, 14/10, uma nova tecnologia em laje, a BubbleDeck. Profissionais do Consórcio Construtor Galeão, liderado pela Construtora Norberto Odebrecht, estiveram no auditório da Associação para explicar as vantagens da moderna técnica que utiliza esferas de polipropileno (resinas termoplásticas recicláveis).

- Esse processo traz velocidade na execução da laje e simplificação dos materiais empregados, quando comparados com metodologias convencionais. Além de ser um projeto sustentável, conta com processos mais eficientes de produção  - explicou Pedro Moreira, diretor de Contratos do Consórcio.

BubbleDeck também tem como benefício o fato de ser mais leve que o modelo de laje tradicional, ter menor custo e poder ser aplicada em qualquer estrutura que utilize laje maciça (apartamentos, escritórios, hotéis, indústrias, escolas, hospitais, estacionamentos, laboratórios, fábricas, dentre outros).

Na obra do Edifício Garagem do Terminal 2 do Aeroporto Internacional Tom Jobim, a nova tecnologia substituirá o concreto por mais de 180 mil esferas com 36 centímetros de diâmetro cada uma.

A pesquisa aplicada após o término da palestra revelou que 100% dos participantes classificaram o debate entre 'Bom', 'Ótimo' e 'Excelente'; 69% dos presentes afirmaram que o encontro teve 'Grande" contribuição para o conhecimento sobre o assunto; e 85% consideram importante uma atualização sobre BubbleDeck no ano que vem.

Clique aqui para ver apresentação completa.

10/Set/2015

Portinho apresenta oportunidades da SMH para associados


Da esquerda para direita: Francis Bogossian e Luiz Fernando Santos Reis (AEERJ), Carlos Roberto Portinho e Sebastião Bruno (SMH)

AEERJ promoveu no dia 10/09 um encontro entre o secretário municipal de Habitação, Carlos Portinho, e seus associados. Durante sua apresentação, Portinho falou dos principais desafios e oportunidades da SMH. No cargo há pouco mais de seis meses, ele elencou as atividades e projetos que estavam parados na Secretaria e foram retomados, como, por exemplo, a regularização dos pagamentos em atraso com as construtoras.

- A Secretaria tem muito interesse em se reaproximar do setor de construção, pois é esta área que realiza os nossos projetos - disse Carlos Portinho aos associados.

No balanço apresentado da gestão da SMH, do período de janeiro a julho de 2015, o secretário destacou também as obras em andamento dos programas Morar Carioca e Minha Casa Minha Vida. O coordenador geral de obras da SMH, Sebastião Bruno, também participou do encontro com os associados.

Pensando no futuro, Carlos Portinho adiantou que a SMH tem projetos que objetivam manter as empresas de construção atuando após a conclusão das obras dos Jogos de 2016. O secretário adiantou que nesta sexta-feira, 11/09, ele tem agendada uma reunião com o prefeito Eduardo Paes para discutir o orçamento do próximo ano, ressaltando que o investimento em infraestrutura é prioridade.

- A SMH tem obras que vão iniciar ainda este ano e muitos outros projetos para começarem a partir de 2016. A SMH tem boas oportunidades para o setor de construção - adiantou Portinho.

Clique aqui para ver a apresentação.

02/Set/2015

Marco Capute debate PPPs na AEERJ

O secretário de Desenvolvimento Econômico, Energia, Indústria e Serviços, Marco Capute, esteve reunido nesta quarta-feira, 02/09, com os membros do Conselho Consultivo da AEERJ para apresentar o programa de Parcerias Público-Privadas do Governo do Estado.

A Associação entende que participação da entidade no desenho das PPPs do Estado é vital para o crescimento das construtoras do Rio de Janeiro. Clique aqui e veja a apresentação do secretário.

19/Ago/2015

AEERJ realiza debate entre CREA e associados


Equipe CREA: Eliza André, Jussara Lemos, João Lustosa, Jacqueline Frinhani e Adriana Aluotto

Representantes das empresas associadas à AEERJ tiveram, no dia 19/08, a oportunidade de conhecer um pouco mais as regras das ARTs - Anotações de Responsabilidade Técnica e sobre a Certificação de Conformidade com o Exercício Profissional. Durante toda manhã, uma equipe técnica do CREA-RJ esteve no auditório da Associação debatendo esses temas, que provocam frequentes dúvidas nos profissionais.

Segundo a palestrante Adriana Aluotto, arquiteta e urbanista, muitas vezes as ARTs ficam em exigência no sistema do CREA por uma simples falha no preenchimento de alguns campos das anotações, impedindo que o profissional tire o seu acervo. Dentre os erros mais comuns, ela destaca os campos 'Descrição das Atividades', 'Prazo de Execução' e 'Vinculação com a Empresa Contratada".

- Uma simples falha atrasa o processo, portanto, toda atenção é fundamental na hora de preencher as ARTs. É um tema que gera muitas dúvidas, por isso esses encontros promovidos pela AEERJ são importantes - declarou Adriana, que durante o debate demonstrou aos participantes como preencher as ARTs corretamente.  

A importância da Certificação de Conformidade com o Exercício Profissional também foi um tema que provocou bastante interesse nos associados, por tratar de um documento que valoriza a atividade empresarial. Durante o debate, foi ressaltado que, por meio da Certificação, o CREA-RJ garante à sociedade que os produtos e serviços oferecidos por pessoas jurídicas fiscalizados pelo Conselho são produzidos por profissional habilitado, com respeito ao meio ambiente, à ética e ao rigor técnico.

- Obter a Certificação é uma forma de valorizar o corpo técnico e a própria empresa - finalizou Adriana Aluotto.

31/Jul/2015

Osório vem à AEERJ e destaca obras prioritárias

Da esquerda para direita: Delmo Pinto, Francis Bogossian, Carlos Roberto Osório, Luiz Fernando Santos Reis e Willian Alberto Aquino

“O governo quer trabalhar com empresas de engenharia do Rio de Janeiro, pois passamos por um momento de desaquecimento da economia. A construção é um setor que ajuda a fortalecer o estado, uma vez que gera muitos empregos”. Foi com esta frase que o secretário estadual de Transportes, Carlos Roberto Osório, concluiu sua apresentação para os representantes das empresas associadas à AEERJ no dia 31/07, na sede da Associação.

Durante duas horas, Osório explicou para os mais de 60 associados presentes os projetos de investimentos em mobilidade urbana do governo do estado, o Programa de Investimento e Logística (PIL) do governo federal e, ainda, anunciou as obras que serão executadas em curto prazo.

- O estado do Rio de Janeiro tem um conjunto de ótimas oportunidades de obras que vão sair do papel a curto prazo, pois já têm recursos financeiros. Destacou a extensão das concessões federais, a expansão da Linha 2 do metrô, o programa de segurança viária da SuperVia, a ampliação do aeroporto de Angra dos Reis e a construção de um aeroporto em Volta Redonda – elencou o secretário.

Carlos Roberto Osório apresentou os planos de melhorias para cada um dos meios de transportes da Região Metropolitana do estado - barca, bonde, metrô, ônibus e trem. No entanto, o secretário declarou que, por atravessar dificuldades financeiras devido à queda na arrecadação em 2015, o governo está empenhado na contratação de projetos.

- Tão logo tenhamos recursos financeiros, os projetos serão executados – adiantou Osório.

Além de Carlos Roberto Osório, a mesa da palestra foi composta pelo subsecretário estadual de Transportes, Delmo Manoel Pinho; pelo presidente do Conselho Consultivo da AEERJ, Francis Bogossian; pelo presidente executivo da Associação, Luiz Fernando Santos Reis; e pelo diretor regional da Associação Nacional de Transportes Públicos (ANTP-RJ), William Alberto de Aquino Pereira, que apresentou o novo Plano Diretor de Transporte Urbano da Região Metropolitana do Rio de Janeiro (PDTU), recém atualizado.

- É um projeto feito com recursos do Banco Mundial, que delineia um sistema de transporte estruturado e eficaz para uma melhor qualidade de vida para a população – destacou Aquino.

Após as apresentações, foi aberto o debate para que os participantes pudessem fazer perguntas as autoridades presentes.

Clique aqui e veja a apresentação completa.

15/Jul/2015

Seminário Rio Metropolitano: desafios compartilhados debate os problemas da região

Vicente Loureiro

Vicente Loureiro, diretor executivo da Câmara Metropolitana de Integração Governamental, durante o ciclo de palestras

Estimular o desenvolvimento do Estado do Rio e levar mais qualidade de vida à população fluminense são as principais metas da AEERJ. Foi neste contexto que a Associação patrocinou o seminário "Rio Metropolitano: desafios compartilhados", promovido pela Câmara Metropolitana de Integração Governamental do Rio de Janeiro, e que contou com a participação dos prefeitos da região.

- Como já ensinaram algumas metrópoles do mundo, as soluções precisam ser integradas - enfatizou Vicente Loureiro, diretor executivo da Câmara Metropolitana de Integração Governamental.

Cinco ciclos de palestras foram realizados, reunindo gestores públicos, especialistas e representantes da iniciativa privada. O primeiro, em Duque de Caxias, debateu o tema 'Saneamento', no dia 05/05/15. Foi consenso entre os participantes que uma gestão compartilhada é fundamental para o avanço necessário no déficit de saneamento na região, que deixa mais de 1,7milhão de pessoas sem esgoto.

Considerado um dos principais problemas enfrentado pelos 21 municípios da Região Metropolitana, 'Mobilidade urbana' foi o assunto do segundo ciclo de palestras, em Nova Iguaçu.

- Nossa prioridade absoluta na Baixada e no Leste fluminenses é investir em modais de alta capacidade, sobretudo os 250 km de vias férreas - anunciou o secretário estadual de Transportes, Carlos Roberto Osório.

Presente diariamente nos noticiários, 'Segurança pública' foi o tema do terceiro encontro, em Niterói. Dentre os desafios apontados, o debate destacou as intervenções estruturantes na segurança, como a participação do município na elaboração de políticas públicas de prevenção à violência. 

O quarto seminário, realizado em São Gonçalo, discutiu um dos principais problemas da população: a 'Saúde Pública'. Na ocasião, o secretário estadual de Saúde, Felipe Peixoto, anunciou a construção de um novo hospital geral na Baixada Fluminense.

'O papel do setor privado no desenvolvimento da Região Metropolitana através das Parcerias Público-Privadas (PPPs)' foi o tema central do quinto ciclo de palestras "Rio Metropolitano: desafios compartilhados", realizado na sede da Firjan, no Centro do Rio. O encontro contou com a presença do governador do Rio, Luiz Fernando Pezão, que destacou que a maior prioridade no campo das PPPs é o saneamento básico na Baixada Fluminense e no Leste Metropolitano.

- Só assim, poderemos sonhar com a despoluição da Baía da Guanabara - afirmou o governador.

22/Jun/2015

AEERJ realiza curso com ministro do TCU e tem 93% de aprovação

Promovido pela AEERJ, o curso ``Gestão e Fiscalização de Contratos Administrativos´´, com o ministro do Tribunal de Contas da União (TCU), Augusto Sherman Cavalcanti, levou 60 profissionais das empresas associadas à sede da Associação no dia 19/06/15. Com carga horária de oito horas, o curso foi dividido em quatro blocos: 'Alteração de Contratos'; 'Reajuste, Revisão e Repactuação'; 'Rescisão Contratual'; e 'Aplicação de Sanções (Penalidades)'.

- A gestão e a fiscalização eficiente dos contratos administrativos é fator fundamental para o alcance dos melhores resultados da contratação - afirmou o ministro do TCU em sua apresentação.

Com conteúdo programático extenso e de profundo interesse dos participantes, que a todo momento fizeram perguntas ao ministro, a pesquisa de opinião aplicada revelou que 93% dos alunos aprovaram o conteúdo do curso. Já a metodologia utilizada alcanço 87% de satisfação.

Devido as frequentes dúvidas por parte das empresas associadas em relação à gestão de contratos administrativos, a AEERJ buscou um reconhecido conhecedor do tema no mercado. Na estrutura do TCU, o ministro Augusto Sherman Cavalcanti atuou também como analista de Controle Externo, assessor e chefe de gabinete do procurador geral.

22/Mai/2015

AEERJ participa de fórum na ALERJ

Foi realizada, em 21/05, a primeira reunião do projeto de articulação entre sociedade civil, autoridades e organizações não-governamentais que atuam no Complexo da Maré, Zona Norte do Rio. Durante o encontro, promovido pelo Fórum de Desenvolvimento Estratégico do Estado, do qual a AEERJ é integrante, foi acordado que haverá uma atuação conjunta para a transformação do projeto da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) em Unidades de Políticas Públicas. 

O governador, Luiz Fernando Pezão, anunciou que o Governo está elaborando um programa para a comunidade da Maré, que reúne 16 favelas e cerca de 130 mil habitantes.

- Vamos fazer um trabalho de integração para que tenhamos uma ocupação que vire referência - disse Pezão. 

De acordo com o presidente da ALERJ e do Fórum, deputado Jorge Picciani, a comunidade já recebe ações importantes, mas de forma desintegrada e desorganizada.

- As ações precisam de coordenações e o papel do parlamento é o de dialogar e de articular essas ações - reforçou Picciani.

Membros da Força de Pacificação dos governos estadual e municipal, do Poder Legislativo e do Poder Judiciário estiveram presentes. O presidente do Conselho da AEERJ, Francis Bogossian, e o presidente executivo, Luiz Fernando Santos Reis, também participaram da reunião, realizada na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (ALERJ).

14/Mai/2015

AEERJ leva sua reivindicações ao Governo do Estado

O presidente executivo da AEERJ, Luiz Fernando Santos Reis, exerceu uma intensa agenda política durante o mês de maio. Foi recebido, no Palácio Guanabara, pelo governador do Estado do Rio, Luiz Fernando Pezão (dia 13/5), e pelo vice-governador, Francisco Dornelles (dia 12/05).

Esteve também com os secretários estaduais de Obras, José Iran (dia 12/05), e de Transportes, Carlos Roberto Osório (dia 12/05), dentre outras reuniões.

Luiz Fernando participou, ainda, em Nova Iguaçu (dia 13/05), do seminário Rio Metropolitano: Desafios Compartilhados - Mobilidade Urbana, organizado por Vicente Loureiro, diretor-executivo da Câmara Metropolitana de Integração Governamental, e do qual a AEERJ é patrocinadora.

Em todas estas visitas, Luiz Fernando apresentou e reivindicou atenção especial das autoridades para garantir o fortalecimento das médias e pequenas empresas de infraestrutura do Rio de Janeiro, em consonância com outras associações similares, como a Associação Paulista de Empresários de Obras Públicas de São Paulo (APEOP).

Entre as principais reivindicações estão: 

  • Regularização de empenhos e pagamentos;
  • Subdivisão de obras em maior número de lotes para possibilitar acesso de mais empresas ao mercado;
  • Elaboração de propostas para ampliar a participação de médias empresas em PPPs e Concessões;
  • Restrições à entrada de empresas estrangeiras nas licitações públicas no país.
 
00:00:03 Alterar a senha | , sair Valid XHTML 1.0 Transitional